Arquiteto cria casa na árvore, inspirado na imaginação infantil

Por que não morar em árvores? O arquiteto canadense Rocky Ehlers se inspirou no sonho de crianças de todo o mundo e decidiu tentar. Criou, no parque Enchanted Forest (do qual é diretor), na província da Colúmbia Britânica, no Canadá, uma casa que mistura aço fino, madeira de cedro e fibra de vidro com a vegetação da floresta tropical.

O resultado mostra que a imaginação infantil pode ganhar contornos reais se ganhar alguma atenção e dedicação por parte dos adultos. Para as crianças que visitam a instalação, a obra é um um pouco do mundo de fadas na vida real. Elaborada por uma combinação de vigas de madeira e troncos de árvores reais, uma escada em espiral liga uma série de níveis interdependentes, criando, ao longo do caminho, diversos quartos semi-autônomos e pisos variados. Cada ambiente revela novas vistas e espaços. A construção durou um ano.

“As pessoas não querem apenas olhar para as árvores. Desejam estar dentro delas. É um sentimento infantil, mas que relutamos em perder. Eu, assim como muitas pessoas, não cresço”, revela Ehlers.

Mas nem tudo foi fácil. O governo canadense é rígido quanto a construções sobre árvores. Ao ponto de muitos engenheiros terem desistido da ideia. A solução encontrada foi criar uma série de plataformas em torno da árvore. De maneira que esta não é atingida e, mesmo que venha a cair, não cause impacto na obra.

Outra preocupação foi com as chuvas. No Canadá, assim como no Brasil, as madeiras apodrecem muito rápido quando molhadas. Para cobrir as plataformas, foram construídos telhados e paredes que protegem o material da instalação e mantêm a estrutura seca.

“Por fim, achamos interessante fazer a estrutura de uma maneira que não fosse reta. Então, realizamos tudo de maneira um pouco torta, mas que se adequasse a essa força que é a natureza”, conta.

Animado com a entrevista para um jornal brasileiro, Ehlers jura que tem o sonho de vir ao Brasil para projetar mais casas em árvores que, garante, são bem mais bonitas que as de seu país. “Vocês têm árvores de verdade. São fontes de vida. Turistas viriam de diversos pontos para admirar as construções”, brinca.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *