Plantas brancas: 4 espécies para usar no seu jardim

Tipos que saem do comum e ajudam a destacar as outras plantas ao redor

Fazer a natureza mais presente na nossa vida cotidiana é uma tendência inegável, mas isso não significa que você precisa deixar, necessariamente, sua casa, ou mesmos eu jardim, muito mais verde.
Diferentemente do que propõe a Pantone ao eleger o Greenery a cor do ano,  é possível trazer a natureza mais para perto do nosso dia a dia com plantas que vão muito além do verde. É o caso destas quatro espécies de plantas brancas, que, além de saírem do comum, rendem arranjos originais e no paisagismo ajudam a destacar as outras cores do jardim.

Cinerária marítima
Cinerária marítima

Esbranquiçada e de textura aveludada, a Cinerária Marítima parece ter uma eterna camada de neve sobre suas folhas  sinuosamente recortadas. Pouco comum nos jardins, elas enchem de charme até os arranjos mais simples e ajudam a destacar as cores das flores e folhagens ao redor.  O ideal é cultivá-las sob o sol, mas elas são plantas bastante resistentes que, quando bem cuidadas, resistem ao frio e até à estiagem.

Caládio

Existem mais de mil variedades de Caládio, em comum todos tem folhas grandes e rajadas com duas ou mais cores, como o verde, o rosa, o vermelho e, claro, o branco. Além da bela folhagem, o Caládio floresce no verão, gerando uma flor parecida com lírio da paz. Já no inverno, essa planta entra em repouso e pode até parecer morta mas não se engane! Basta deixá-lo em local seco, sombreado e fresco para que ele tenha novos brotos na primavera.

Santolina

Famosa pelo deliciosos aroma, a Santolina tem porte baixo e não passa dos 90 cm de altura. Suas moitas são densas e tem folhas acinzentadas, finamente divididas e levemente pontiagudas. Já as flores, que aparecem no verão, são de um amarelo vivo e tem o formato de pequenos pompons.  Resistente à estiagens, Santolina é frequentemente usada para delimitar caminhos nos jardins e cria belos contrastes com plantas verdes e coloridas.

 

Barba-de-SerpenteMuito parecida com uma longa grama, a barba-de-serpente cresce de 20 a 40 cm de altura e apesar de comum possuí um potencial decorativo incrível, principalmente na sua versão esbranquiçada, na qual podemos ver uma fina linha creme percorrendo todo o seu comprimento. No verão ela ainda pode florescer, dando origem a delicadas flores em formato de sino. Bastante resistentes elas são ótimas para locais muito ensolarados ou pouco sombreados, como a base de árvores.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *