Bolsonaro diz que dispensa a votação daqueles que a violência contra oponentes | exame

Bolsonaro diz que dispensa voto de quem faz violência contra opositores
Bolsonaro diz que dispensa voto de quem faz violência contra opositores

Pré candidato Jair Bolsonaro durante evento com prefeitos em Brasília

Nas redes sociais, bolsonaro criticou os atos de violência cometidos por qualquer pessoa que alegue advogado e defensor de sua candidatura (Sérgio Lima/P B)

Hoje (11), os candidatos para a presidência Jair bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), promete ser intensa. Apesar da recomendação médica para evitar a aceleração do ritmo de atividades, bolsonaro chamou de um ato político no rio. O ferreiro vai ser em Brasília para reuniões na Conferência Nacional dos bispos do Brasil (CNBB).

Pelos interlocutores, bolsonaro foi eleito pelo polonês partes reuniram-se grande ato público na 14h, no Hotel Windsor, na Barra da Tijuca. De parada, de acordo com os defensores da coleção de 380 pessoas. Ela será enviada para o discurso do candidato destacar a importância da sua participação na segunda rodada.

Nas redes sociais, bolsonaro criticou os atos de violência cometidos por qualquer pessoa que alegue advogado e defensor de sua candidatura.

Veja também

“Nós voto, a qualquer aproximação daqueles que praticam a violência contra os eleitores que não votaram em mim. Este tipo de pessoas, eu imploro a vocês para votar em branco ou de oposição para o desenvolvimento e que as autoridades tomem as medidas adequadas, bem como contra os caluniadores que tentam nos prejudicar.”

Brasília

O ferreiro tinha uma reunião no Vaticano. Na reunião, ele pretende reiterar sua preocupação com a implementação do programa de governo, baseadas no respeito e preservação dos direitos humanos e sociais. Ele também deve destacar a prioridade de ações dirigidas para aqueles que são menos afortunados.

Apesar de não estar na agenda oficial do candidato, existe uma paragem de luto uma reunião com o presidente da Organização Nacional, Carlos Siqueira. Ontem (10) legenda novamente apoiar a candidatura do petista.

Nas redes sociais, o ferreiro voltou para pedir bolsonaro participar nas discussões e colocar à sua disposição para se reunir com o adversário em qualquer lugar. “Fazer o que ele [bolsonaro] eu quero que ele falar o que ele pensa e discutir o país. Com a ajuda médica, Clínica, em qualquer ambiente.”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*